A importância de começar novos hábitos … e mantê-los

Será possível criar um novo hábito na sua vida?

Um dos grandes mitos sobre os hábitos é a crença de que bastam 21 dias para formar um novo hábito. Pesquisas mais recentes mostram, no entanto, que esta crença comum não corresponde à realidade. O tempo que leva a formar um novo hábito pode variar amplamente, dependendo do comportamento, da pessoa, das circunstâncias, entre outros fatores. O leque de variações que influenciam os nossos hábitos é muito amplo - algumas pessoas são mais resistentes aos hábitos e alguns hábitos são mais difíceis de adquirir (ou desistir) do que outros.

Antes de adquirir novos hábitos, pense na sua real motivação e necessidades. Tenha em mente que os hábitos são respostas às necessidades. Isto parece óbvio, mas esforços incontáveis para mudança de hábitos fazem com que ignore as suas implicações. Se come mal, pode começar a comer bem, mas se está a comer chocolate para se sentir confortado e feliz, tentar substituir o chocolate com cenouras não vai ajudar. Neste caso, o que é necessário não é uma dieta melhor, mas encontrar uma forma alternativa para se sentir confortado e relaxado.

As etapas a seguir são baseadas em resultados de pesquisa na área da psicologia comportamental e explicam o que é necessário para iniciar hábitos novos.

Passo 1: Escolha um hábito incrivelmente fácil de iniciar
Para criar um novo hábito, deve, em primeiro lugar, simplificar o comportamento. Torná-lo pequeno, mesmo ridículo. Por exemplo: caminhar durante 3 minutos ou fazer 2 flexões.
No início, não importa o desempenho. Poderá atingir os níveis de desempenho que deseja numa fase seguinte, quando o comportamento se tornar consistente.

Passo 2: Integre-o na sua rotina
Encontre uma rotina existente que funcione como lembrete para este pequeno comportamento. Por exemplo: digamos que quer adquirir o hábito de fazer 10 flexões por dia durante a pausa de almoço. Pode começar por escolher um “lembrete” baseado no tempo e dizer algo como: "Durante a minha pausa para o almoço, todos os dias, vou fazer 10 flexões." Isso poderia funcionar, mas não é muito específico.
Alternativamente, pode criar um “lembrete” relacionado com uma ação anterior, muito específica, que aconteça sempre associada ao período de almoço. Por exemplo, "Quando fechar meu laptop para sair para o almoço, vou fazer 10 flexões." Neste caso, a ação muito específica de "fechar o laptop" é um “lembrete” perfeito para o que quer fazer de seguida (as 10 flexões). Não restará qualquer dúvida sobre o momento em que o vai fazer.

novos hábitos1

Passo 3: Treinar o ciclo
Concentre-se em integrar o novo pequeno comportamento na sua rotina - todos os dias ou tanto quanto possível. Mantenha o comportamento simples até que se torne um hábito sólido. É importante lembrar que uma mudança duradoura é produto de hábitos diários, não de transformações realizadas uma vez na vida.
A ideia de que, ao formar um novo hábito, não pode falhar um dia ou tudo estará perdido é apenas mais um mito. Perder uma oportunidade para executar o comportamento não afeta o processo de formação de hábito. Por outras palavras, a construção de melhores hábitos não é um processo de tudo-ou-nada.

Por último, mas não menos importante, não se esqueça de celebrar. É especialmente importante que se recompense de cada vez que praticar o seu novo hábito.

Dra.Thordis
CMO - Chief Medical Officer - Portugal
Holmes Place Health Clubs

Gostou deste artigo? Deixe-nos o seu comentário.

Partilhe com os seus amigos!


Categoria Tags