Dieta: 5 alimentos a evitar em 2017

Saiba quais os alimentos que deve deixar de incluir na sua dieta alimentar.

Existem alimentos que devem ser evitados devido aos riscos para a saúde e porque podem comprometer a sua dieta.

Óleos Vegetais Refinados

A gordura é um macronutriente essencial e os óleos vegetais são amplamente utilizados quer na indústria alimentar quer no nosso dia a dia e muitas são agora as opções para o rotineiro óleo.
O ponto de diferenciação destes, deverá ser o seu processo de produção/refinação. Ou seja, no processo de produção de óleos refinados, são usualmente utilizados solventes e os óleos são submetidos a altas temperaturas. Deste processo resultam produtos com um prazo de validade maior em comparação aos óleos extra virgem (extraídos por prensagem e sem o recurso a solventes ou altas temperaturas) mas o processo compromete a sua qualidade nutricional.
As organizações de saúde alertam para o potencial risco no desenvolvimento da obesidade, diabetes mellitus tipo 2, doenças cardiovasculares e cancro.


Gluten-Free Junk Food

Os produtos sem glúten são tendência por estes dias e o mercado disponibiliza agora um leque muito alargado de produtos sem glúten.
Embora alguns destes produtos sejam saudáveis, de forma alguma o rótulo "sem glúten" equivale a um produto mais saudável ou equilibrado.
O dilema com abordagens lineares às dietas sem glúten muito em voga, é a sua substituição direta por alimentos sem glúten amplamente processados. Estes são frequentemente ricos em açúcar e gordura e nutricionalmente muito pobres.
Seja criterioso e leia atentamente os rótulos. Verifique o tamanho das porções, controle o teor de gordura saturada e de sódio, e privilegie alimentos com maior teor de fibra. Junk Food sem glúten é ainda assim, Junk Food.


Molhos para Saladas

saladas dieta alimentos a evitar

Basta olhar para a lista de ingredientes e verificar a presença de conservantes e outros aditivos, bem como altos teores de sódio e açúcar. Opte por azeite virgem extra, vinagre balsâmico e ervas aromáticas a gosto.


Agave

Este é um adoçante muitas vezes comercializado como saudável, mas que usualmente é um adoçante altamente refinado e extremamente rico em frutose. Dependendo de como é processado pode conter entre 55 a 90% de frutose e a planta perde as suas substâncias benéficas ao longo do processamento resultando como produto final um xarope altamente refinado.
Poderá ser uma alternativa se usado esporadicamente e em pequenas quantidades, devido ao seu menor índice glicémico, mas o seu consumo regular (dado ao alto teor de frutose) pode alterar não só o metabolismo dos açúcares como o metabolismo das gorduras.


Bebidas de Chá

chás_dieta a evitar

Os chás, tisanas e infusões podem ser saudáveis, quando preparados de acordo com um ritual milenar e o preparado obtido a partir de folhas, flores ou hastes da planta.
Uma infusão sem açúcar, não tem valor energético e por conseguinte, a quantidade de chá não afeta a ingestão calórica diária. Apresentando-se como fonte de polifenóis, cafeína e determinados minerais, quando consumido em quantidades moderadas pode ser uma excelente opção.
No entanto, quando a opção recai por um pré-preparado embalado, tenha em especial atenção a adição de açúcar, sódio e aromas artificiais.
Privilegie a água como bebida de eleição ou redescubra o chá em versáteis combinações que pode preparar em casa.

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26393565
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4365303
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27321352
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3257612/
http://ajcn.nutrition.org/content/86/4/895.full
http://nutritionandmetabolism.biomedcentral.com/articles/10.1186/1743-7075-2-5
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19646060
Elisabete Luís
Nutricionista Holmes Place Braga

Gostou deste artigo? Deixe-nos o seu comentário.

Partilhe com os seus amigos!

Categoria Tags