Dieta: CALMANTES NATURAIS PARA A ANSIEDADE

Já teve momentos em que se sentiu ansioso(a)? Saiba quais os alimentos que deve incluir na sua dieta alimentar para reduzir a ansiedade.

Hoje em dia é comum muitas pessoas sofrerem de algum tipo de ansiedade ou stress. Tem vindo, por isso, a aumentar o número de pessoas a tomarem medicação para a depressão ou simplesmente para conseguirem dormir. Com o stress do dia a dia, falta de tempo, gestão familiar, questões económicas, desafios profissionais, são muitas as razões que aumentam os níveis de ansiedade.

Para lidar de uma forma mais natural com a ansiedade é importante ter uma dieta alimentar equilibrada e ter bons aliados que atuam como calmantes naturais, tais como:

Camomila

camomila

A planta Matricaria Recutita, mais conhecida por Camomila, possui propriedades sedativas e calmantes. Ajuda em caso de insónia, proporcionando uma boa noite de sono, e é útil para reduzir a ansiedade e amenizar os sintomas causados pelo stress. A infusão desta planta é um dos remédios naturais mais conhecidos para dormir melhor e superar a insónia. A camomila contém também algumas substâncias que impedem o agravamento de distúrbios gastrointestinais tendo um efeito calmante especialmente em relação a dores de estômago e azia.

Valeriana

valeriana

A raiz de Valeriana, Valeriana officinalis, possui uma ação sedativa reconhecida. Não provoca habituação ou sonolência durante o dia. É muito usada em situações de tensão nervosa, hiperatividade ou incapacidade de relaxar uma vez que tem uma ação sedativa suave, útil para acalmar o sistema nervoso.

Passiflora

passiflora

A Passiflora, ou flor do maracujá, é uma planta tropical com propriedades sedativas e efeitos benéficos nos problemas de sono. Além de ajudar a ter um sono de maior qualidade, a Passiflora é também uma ajuda a suprimir a ansiedade e o nervosismo acumulados devido à vida stressante que frequentemente levamos.

Erva Cidreira

erva cidreira

A conhecida planta Erva Cidreira, ou também chamada de Melissa, tem um efeito sedativo. Algumas das principais indicações fitoterapêuticas desta planta são o nervosismo, insónias, palpitações nervosas pelo que, muitas vezes, o extrato desta planta é também associado a outros fármacos com ação tranquilizante.

Ómega 3

salmão

Vários estudos internacionais demonstraram que existem propriedades calmantes no ómega 3. Este ácido gordo parece ser responsável pelo aumento dos níveis de serotonina, hormona que proporciona uma sensação de bem-estar e diminui a produção de hormonas relacionadas com o stress como o cortisol e a adrenalina. Podemos encontrar ómega 3 nos peixes gordos, como o atum, salmão ou cavala, e nos frutos secos como as nozes.

Triptofano

ovos

O triptofano, um aminoácido essencial, é precursor da serotonina, substância sedativa e calmante que diminui a hiperatividade. A deficiência deste aminoácido pode causar baixos níveis de serotonina e assim favorecer a insónia, depressão, ansiedade, impulsividade, irritabilidade, incapacidade de concentração. Podemos encontrar triptofano em alimentos como o ovo, as nozes, sementes, peixe, carne, laticínios e leguminosas.

Exercício Físico

A prática regular de exercício físico pode ajudar a tratar depressões e esgotamentos nervosos. A libertação de endorfinas, o aumento da autoestima e a sensação de bem-estar é benéfica para a saúde em geral e particularmente importante em casos de stress e ansiedade. O desporto tem um efeito relaxante, reduz a ansiedade e a tensão acumulada do dia a dia e tem benefícios nos distúrbios do sono.

Os sinais de ansiedade podem ser diversos e, tanto o stress como a ansiedade, são males comuns nos dias de hoje. Devemos contrariar esses sinais tendo uma dieta alimentar equilibrada, ter uma boa rotina de exercício físico, dormir bem e, se necessário, recorrer a calmantes naturais para ter um dia a dia o mais tranquilo possível sem recorrer a químicos.

Lara Pereira
Nutricionista Holmes Place Miraflores

Gostou deste artigo? Deixe-nos o seu comentário.

Partilhe com os seus amigos!


Categoria Tags