Dieta: o Whey ajuda a reduzir massa gorda, sim ou não?

Saiba como inserir o whey protein na sua dieta alimentar de forma a eliminar o excesso de gordura e emagrecer.

Muitos se perguntam se o uso do whey protein na dieta alimentar ajuda a perder peso, ou se, pelo contrário, engorda. Primeiro é importante explicar o que é uma proteína whey e quais são as proteínas que existem no mercado.

Whey protein é a proteína do soro de leite, ou seja, é aquele líquido transparente que sobra quando o leite coagula na produção do queijo. Este líquido é transformado em pó e comercializado como um suplemento proteico de rápida absorção.

whey em pó

O whey protein é um dos mais famosos suplementos alimentares comercializados e ingeridos no mundo fitness por ser considerado uma proteína completa de alto valor biológico e rápida absorção.

Esta proteína, contém todos os aminoácidos necessários para ser considerada uma proteína completa (alimentos com 20 aminoácidos essenciais, temos por exemplo o ovo, o queijo, o leite, os peixes, os mariscos, as carnes brancas, a quinoa, frutas oleaginosas, entre outros) e é muito facilmente absorvida pelo nosso corpo.

Justamente por isto o whey é geralmente utilizado como um pós-treino pelos atletas no lugar de outras proteínas completas, também pelo fato de ser fácil de transportar, acondicionar e de o seu consumo ser muito prático, aquando do termino do treino.

Existem diferentes tipos de Whey:

tipos de whey

Whey Protein Concentrado: existem bons whey concentrados, mas devemos ter atenção com o que se compra, porque existem vários no mercado de má qualidade, principalmente porque o concentrado pode fornecer de 29% a 89% de proteína, dependendo do tipo e da qualidade. Quanto menor for a parcela de proteína concentrada, maior será a quantidade de gordura e lactose. É a forma mais barata de whey, rica em aminoácidos essenciais e de cadeia ramificada, o que permite liberação de componentes bioativos responsáveis pelo aumento de massa muscular e recuperação. Se a proteína for bastante concentrada (acima de 80% ), ajuda na recuperação e a ganhar massa magra mais facilmente e a curto prazo. Logo é uma boa opção para os treinos de hipertrofia.
Whey Protein Isolado: é conhecido pela sua pureza, por conter aproximadamente 90%+ de proteína em sua composição. Como se isto não bastasse, a maioria dos wheys isolados são 0% de gordura e com menos de 1% de lactose, sendo assim a melhor indicação para quem é intolerante à lactose. Possui todas as vitaminas e mineras do leite, além de todos os aminoácidos essenciais e não essenciais. Sua digestão é considerada excelente. Por isso, torna-se a melhor opção para a perda de massa gorda.
Whey Protein Hidrolisado: tipo de whey que possui as cadeias de proteínas quebradas em menores segmentos, os peptídeos, tornando-o mais fácil e rápido ainda de ser digerido. Pode conter gordura, hidratos de carbono e minerais. Necessita de muitos litros de leite para ser confecionado, o que eleva o seu custo. É uma excelente opção para quem quer fazer hipertrofia (ganho de muita massa magra).

whey_leite

Whey Protein para perda de peso, como deve ser tomada?

Se não fizer exercícios regulares e simplesmente adicionar o whey à sua dieta alimentar, é óbvio que vai engordar. Isto acontece, porque não há nenhuma forma de fazer a proteína de soro de leite transformar-se em músculo. Neste caso, o seu corpo vai fazer o que ele faz com todo o excesso de nutrientes, o que não gasta armazena em forma de gordura. A ciência é simples, não há magia nem fórmulas mágicas para o emagrecimento. De fato o whey protein ajuda a perder peso quando é utilizado de forma correta.

Num estudo financiado por um fabricante de proteína de soro de leite, foi possível constatar, que as pessoas clinicamente obesas que usaram proteínas do soro, como parte de um programa de reeducação alimentar com baixa de calorias, perderam a mesma quantidade de peso comparado com as pessoas que cortaram o mesmo número de calorias, mas não usaram o whey.
A grande diferença, esta no tipo de peso que perderam. As pessoas que usaram whey protein perderam gordura, não músculo. É justamente a gordura que as pessoas querem perder e é por isto que o peso não é uma boa medida de comparação.

A massa magra é muito importante no processo de emagrecimento, quanto maior a percentagem de massa magra, ou seja de músculos, maior é também a nossa taxa de metabolismo basal. A taxa de metabolismo basal indica a quantidade de calorias, que o corpo necessita em vinte e quatro horas, mantendo-se em permanente repouso. Sendo assim, se o whey protein ajuda na construção muscular, ajudará também na perda de gordura.
Sendo assim, é importante reforçar que a massa magra é um tecido altamente ativo, que gasta calorias para se manter vivo ao contrário das gorduras que são um peso morto.

exercicio_whey

Um estilo de vida saudável, com alimentação saudável, atividade física e descanso adequado continuam sendo os pilares de qualquer programa de perda de peso. Nem a proteína de soro de leite, nem qualquer outro suplemento vai fazer com que perca peso por si só. O whey ajuda, mas a pessoa é que tem que ter a consciencialização, a responsabilidade e a vontade para implementar a mudança do estilo de vida. Se ainda não conseguiu por si, ou se não esta a ter resultados ou os melhores resultados, recorra a profissionais de saúde devidamente especializados, tal como um nutricionista e um personal trainer. Estes vão ajudá-lo a atingir os seus objetivos e a sentir-se bem melhor e mais feliz. Não há nada mais importante do que ter saúde e viver bem!


Referências Bibliográficas:

  1. Rolls B, Roe L, e Meegs J . Reductions in portion size and energy density of foods are additive and lead to sustained ducreases in energy intake. Am J Clin Nutr 2016; 83: 11-7.
  2. Darugna D. (2013 ), Benefícios do Whey Protein para emagrecer. Acedido em 21-12-2017. Disponível em www: http://docedieta.com/emagrecimento/whey-protein-para-emagrecer.
  3. Mitchell N, Tipton K. Increased Protein Intake Reduces lean Body Mass Loss During weight loss in Atheletes. Medicine and Science in Sports e Exercise. Consultado Copyright 2010 by the American College of Sports Medicine.
  4. Trexler E , Norton L e Smith-Ryan A. Metabolic adaptation to weight loss: implications for the athlete. Journal of the International Society of Sports Nutrion 2014 ; 11:7.
  5. Murphy C , Hector A e Phillips S. Considerations for Protein intake in managing weight loss in athlets. Europan Journal of Sport Science 2014.
  6. Manghan R e Shirreffs S. Nutrion for Sports performance: issues and opportunitis.Journal of the International Society of Sports Nutrion 2011; 29 (S1).

Sandra Correia
Nutricionista Holmes Place Boavista

Gostou deste artigo? Deixe-nos o seu comentário.

Partilhe com os seus amigos!

Categoria Tags