Dieta para mães ocupadas

Como assegurar uma dieta alimentar saudável quando se é uma mãe bastante ocupada?

O RITMO DE TRABALHO E A CORRERIA DO DIA A DIA, LEVA AS MÃES A NÃO TEREM O TEMPO QUE NECESSITAM PARA CONFECIONAR REFEIÇÕES SAUDÁVEIS E EQUILIBRADAS PARA OS SEUS FILHOS. CONTUDO, A INFÂNCIA E A ADOLESCÊNCIA É UMA FASE DO CICLO DE VIDA EM QUE AUMENTAM AS EXIGÊNCIAS A NÍVEL FÍSICO E COGNITIVO, SENDO DE MÁXIMA IMPORTÂNCIA ASSEGURAR UMA DIETA ALIMENTAR QUE VÁ DE ENCONTRO ÀS SUAS NECESSIDADES ESPECIFICAS. PARA TAL SUGERIMOS ALGUMAS ESTRATÉGIAS QUE PODEM AJUDAR A CONTORNAR ESTE PROBLEMA.

A relação entre nutrição, crescimento e desenvolvimento é essencial na vida de todas crianças e adolescentes, uma vez que comer, crescer e desenvolver, sendo fenómenos diferentes, são contudo interativos, interdependentes e inseparáveis. Deste modo, é crucial não ignorar as necessidades específicas desta faixa etária. Além dos motivos já apresentados, é também nesta fase que aumentam as exigências a nível físico e cognitivo, onde começa a surgir uma maior autonomia na escolha dos alimentos, e onde o grupo de amigos começa a influenciar comportamentos e escolhas alimentares. Assim, é de máxima importância que os pais, em casa, promovam uma boa edução alimentar e proporcionem alimentos saudáveis, apresentando-os de forma apetecível, tentando contornar as escolhas menos interessantes e preferidas das crianças e adolescentes.

Também o ritmo do trabalho e a “correria” do dia a dia, leva a que as mães disponham do necessário para confecionar refeições mais pormenorizadas, com maior atenção no modo de confeção, gorduras utilizadas, pratos escolhidos, etc., optando maioritariamente por pratos simples e rápidos, muitas das vezes muito pouco saudáveis e nutricionalmente desequilibrados, diminuindo o tempo gasto na cozinha e evitando as contrariedades dos seus filhos, que nem sempre apreciam os alimentos mais saudáveis. Contudo, o que parece ser o melhor dos dois mundos (rapidez e ausência de contrariedades), a longo prazo pode originar graves problemas de saúde, tais como obesidade, diabetes, entre outros, que levará a que o tempo despendido em tratamentos e consultas seja muito maior, acrescendo os gastos monetários e o inevitável desgaste emocional.

Assim, há que voltar as atenções para a dieta alimentar dos mais novos e contornar as dificuldades de horários! Através de algumas estratégias, todos estes problemas podem ficar resolvidos num abrir e fechar de olhos. Neste sentido, algumas das dicas mais importantes são:

  • Planeie e organize as refeições para toda a semana, poupando as idas constantes e desnecessárias ao supermercado e poupando o tempo que passa diariamente a decidir cada refeição;
  • Faça várias refeições no mesmo dia, aquele em que tenha mais tempo, separe por caixinhas em porções individuais, e congele. Faça o mesmo com a sopa.
  • Tenha sempre vegetais disponíveis para rapidamente preparar uma refeição de última hora.

vegetais dieta mães ocupadas

  • Tenha sempre em casa snacks saudáveis e fáceis, quer para fazer as lancheiras dos seus filhos, quer para quando eles chegam a casa cheios de fome! Opte por gelatinas, queijinhos mini bebybell ou triângulos vaca que ri, frutos secos e fruta, por exemplo.
  • De modo a facilitar a integração dos vegetais no prato, deixe-os preparados (lavados e cortados), num dia da semana que tenha mais tempo. Assim, nos dias mais ocupados irá despender muito menos tempo na cozinha.

Em suma, planeamento e gestão do dia a dia são critérios fundamentais para que uma mãe dedicada e preocupada com a saúde e bem-estar dos seus filhos, no meio do turbilhão em que muitas vezes a sua vida se transforma, consiga ultrapassar as dificuldades e assim contribuir para que crianças e jovens bem alimentados se tornem em adultos mais saudáveis, mais fortes e com maior capacidade para encarrar os desafios que os esperam, assim como mais preparados para continuarem uma alimentação saudável que os afastes das temíveis doenças da humanidade.

Bruna Silva
NutricionistaTrainee Holmes Place Avenida da Liberdade

Gostou deste artigo? Deixe-nos o seu comentário.

Partilhe com os seus amigos!




Categoria Tags