Fitness: 5 Dicas para quem está a começar num ginásio

No início de um novo ano, deverá estar a começar a querer cumprir um dos seus objetivos que se propôs realizar neste ano. Deixamos 5 dicas para o caso de ter tomado a decisão de se inscrever num ginásio.

A evolução do mundo do fitness tem sido galopante nos últimos anos. O número de praticantes tem aumentado ano após ano. Com isto vão surgindo dúvidas e mitos em relação à prática.

1. Organizar vida em relação ao Ginásio

organizar vida ginásio

Há uma grande dificuldade entre a maioria dos frequentadores de ginásio, para manter uma rotina de treino. Na maior parte das vezes por falta de organização da sua agenda em relação a este facto. Se realmente quer mudar a sua vida no que refere a este aspeto, mais do que se inscrever num ginásio, tem de frequentá-lo. Esquematize a sua agenda e reserve dias e horas para a prática, e a partir dai sim, inscreva-se.


2. Consulte um Nutricionista

nutricionista ginásio

Para ter uma vida saudável e resultados tirados a partir do exercício físico, há três pilares importantíssimos: exercício, dieta alimentar alimentar e descanso. Por muito bom que seja o seu treino, por muitas vezes que vá ao ginásio e por muito bom que seja o seu personal trainer, se a sua alimentação não for de encontro aos fatores anteriores, é muito provável que os seus objetivos sejam uma utopia. Nesse sentido aconselhar-se com um profissional na área da nutrição será sempre benéfico.


3. Treino Localizado, faz perder peso localizado?

treino localizado perder peso

Infelizmente quando engordamos não conseguimos escolher para onde vai a gordura, irá depender de muitos fatores. Nesse sentido quando emagrecemos não conseguimos escolher onde perder, por muito que estimulemos determinadas zonas, será gestão do nosso organismo.
Nesse sentido, se investir em treino na zona abdominal, por exemplo, como única forma de perder aquela gordura localizada, o que irá acontecer é trabalhar/estimular os músculos e não a gordura, uma vez que a gordura é uma massa inerte. Além disso poderá provocar fadiga em certas estruturas levando-as a lesões. Ao optar por exercícios cardiovasculares, exercícios que envolvam grandes grupos musculares estes irão levar a um maior dispêndio energético, ou seja, trabalhar global para perder específico.


4. O aquecimento é importante?

aquecimento

O aquecimento é importante por várias razões, tanto a nível mio-articular como de adaptação cardiorrespiratória. No primeiro caso o trabalho de mobilidade e ativação muscular será importante para a pré ativação muscular e articular. No que diz respeito ao segundo ponto, será importante ter o corpo com a temperatura mais elevada, o batimento cardíaco mais elevado assim como outro processos metabólicos alinhados. Com isto, o risco de lesão será minimizado nos dois aspetos.


5. Medo de ficar muito musculado

musculado

Este é um mito/medo presente na maioria das vezes em mulheres. O nosso corpo não é mutante, não muda de um momento para o outro, leva tempo para se adaptar. As mudanças físicas demoram tempo, no caso das mulheres, a produção de testosterona é dez vezes menor do que a dos homens em repouso, portanto se o homem leva tempo a ganhar massa muscular significativa, a mulher levará dez vezes mais. Caso aconteça em qualquer um dos casos, terá tempo de readaptar o seu treino aos objetivos. Para quem está a começar a treinar menos preocupação deve ter neste aspeto, porque vão haver muitas adaptações primárias antes de aparecer o “muito musculado”.

André Mota
Master Trainer Holmes Place

Temos uma oferta* especial para si. Preencha o formulário abaixo.


Gostou deste artigo? Deixe-nos o seu comentário.

Partilhe com os seus amigos!

Exclusivo: Oferta de 2 dias para 2 pessoas

Preencha os seus dados

Categoria Tags