Guia para acidentes na praia

Na época balnear existe alguma tendência para pequenos acidentes que poderá prevenir.

Lesões e pequenos acidentes acontecem, e alguns destes tendem a acontecer na praia. Com alguma preparação simples, podemos estar preparados. Aqui está uma lista das lesões mais comuns e como podemos preveni-as ou estar melhor preparados em caso que elas ocorram.

Queimaduras solares

queimaduras solares

Uma das lesões mais comuns na praia são as queimaduras solares. Embora esta lesão seja altamente evitável, acontece.
Deve-se evitar apanhar sol na hora de maior intensidade. Uma boa regra é evitar a exposição solar entre as 11h00 e as 15h00, no verão. Numa situação de exposição solar prolongada, será preferível usar um chapéu bem largo e beber muita água.
Use sempre um protetor solar com um índice adequado à idade e ao tipo de pele, de preferência, igual ou superior a 30, e renove a sua aplicação sempre que estiver exposto ao sol (de 2 em 2 horas), especialmente se estiver molhado ou se transpirar bastante.
Queimaduras mais severas que incluem febre e bolhas - e qualquer queimadura solar em crianças menores de 1 ano de idade - devem ser vistas por um médico.

Cortes

cortes

Cortes, particularmente na parte dos pés, são comuns na praia. Em áreas com muitas conchas deverá considerar utilizar sapatos ou sandálias. Deverá levar para a praia um pequeno kit de primeiros socorros e alguma água limpa para limpar e proteger lesões de mais danos. Cortes mais profundos podem exigir alguns pontos.

Medusas/ alforrecas

medusas praia

As medusas, conhecidas também como alforrecas, mães d'água ou águas-vivas possuem tentáculos à superfície que, após contacto, têm a capacidade de lhe injetar uma espécie de espinho, o nematocisto, que liberta uma substância tóxica no local da picada.
Não é recomendável lavar com água doce porque, para as águas-vivas, a água doce é um meio hostil, o que provoca uma reação de defesa do organismo. Também não se deve esfregar o local afetado. No entanto pode-se, com cuidado, aplicar vinagre no local da lesão para neutralizar o veneno e aliviar os sintomas.
Pessoas com uma lesão causada por uma medusa devem procurar um posto salva-vidas, onde será feito o primeiro atendimento e também será verificado se é aconselhável um encaminhamento ao hospital.

Picadas da Pulga-da-areia

picadas pulga da areia

Em muitos casos, uma viagem à praia significa uma(s) picada(s) de pulgas da areia. É mais provável que estes pequenos insetos piquem ao amanhecer ou à noite, na praia ou outras áreas da areia que estejam perto da água. Apesar do seu tamanho, a mordida de uma pulga-da-areia pode ser dolorosa. Na verdade, na maioria das vezes, a picada é mais dolorosa do que de um mosquito. Além da dor, a picada causa normalmente uma erupção e vermelhão cutâneo que pode persistir por vários dias. Também podem ocorrer períodos de febre. Não deve coçar a zona afetada, a fim de evitar uma infeção. Os procedimentos de tratamento e as etapas de prevenção para uma picada de pulga-da-areia são semelhantes aos dos mosquitos.

Intoxicação por Álcool

intoxicação por álcool praia

Férias na praia incluem, muitas vezes, o consumo de álcool. Beber álcool, nomeadamente quantidades maiores, no calor do verão pode causar uma série de problemas de saúde, tais como hipoglicemia, arritmias (=irregularidades do ritmo cardíaco) e desidratação. A desidratação também pode aumentar o risco de sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) (especialmente em pessoas com uma pressão arterial elevada). A intoxicação por álcool pode ocorrer quando uma quantidade tóxica de álcool tem sido consumida, geralmente num curto período de tempo.
Como a intoxicação por álcool pode ser mortal, é necessário um tratamento de emergência em ambiente hospitalar.

Lesões na areia

lesões na areia_praia

A areia raramente é plana e lisa, as mudanças da superfície da praia normalmente alteram entre extremamente macia a dura. Além disso, a praia muitas vezes inclina-se à medida que se aproxima da água. As lesões mais comuns de ocorrerem na areia incluem entorses dos ligamentos do tornozelo e do joelho. É certo que a pisada sem calçado é mais anatómica, se comparada com a passada com ténis mas, para iniciantes, correr de ténis na areia será a melhor maneira de evitar lesões.

Thordis Berger
CMO - Chief Medical Officer - Portugal

Gostou deste artigo? Deixe-nos o seu comentário.

Partilhe com os seus amigos!

Categoria Tags