O stress engorda?

Sabia que o stress pode estar a engordá-lo(a)? Descubra como pode reduzi-lo!

Será que o stress nos torna gordos?

Como as pessoas, em média, tornam-se cada vez mais gordas, há cada vez mais interesse em encontrar métodos de controlo de peso para evitar os problemas de saúde associados à obesidade ou de excesso de peso. Os especialistas em saúde estão agora a voltar a sua atenção para os indícios crescentes de uma associação positiva entre os níveis de stress e o ganho de peso. Uma série de estudos recentes sobre a gordura causada pelo stress ilustraram que, as pessoas com excesso de trabalho são muito mais propensas a esta condição do que os seus homólogos menos stressados e mais relaxados.

A pesquisa mostra que o stress não só faz com que nossos corpos criem novas células de gordura, mas também parece aguçar o nosso apetite e encoraja-nos a ingerir alimentos gordurosos. Além disso, baseado em factos, a gordura causada pelo stress não tende a espalhar-se uniformemente sobre o corpo, mas sim a acumular-se à volta da cintura, o que resulta numa barriga bastante perceptível. O que está a acontecer, em termos fisiológicos, é que os nossos corpos estão a reagir ao cortisol, uma hormona produzida pelo stress, que causa o armazenamento de gordura. Para agravar este problema, quando stressada, a pessoa tende a ingerir alimentos gordurosos, açucarados ou estimulantes, como café e álcool, o que agrava a situação, tornando-a nervosa e agitada. Estes tipos de alimentos causam uma flutuação no metabolismo ao longo do dia, com picos de atividade seguidos de uma libertação de energia significativas. Assim, a triste ironia é que o stress, uma vez considerado um queimador de calorias, é na verdade uma das causas da obesidade!

A gordura causada pelo stress é uma ligação que ainda não foi oficialmente reconhecida por especialistas em saúde, não tendo ainda muita importância na agenda da saúde pública. Isto porque comer demais e '"vestir" um pouco de gordura extra (ou tecido adiposo), pode ser confundido como " parecer bem" por conta de uma " vida boa" ou, na pior das hipóteses, um excesso inofensivo. Na verdade, a gordura acumulada em redor da cintura (gordura visceral) é a mais perigosa, uma vez que é conhecida por causar resistência à insulina (e, eventualmente, diabetes do tipo dois), doenças cardíacas e outras síndromes metabólicas.

stress homem

A boa notícia é que a gordura causada pelo stress é um problema que pode ser resolvido. Stress e vida saudável (má "http://holmesplace.pt/pt/o-segredo-da-dieta-a1824.html, sedentarismo, sono insuficiente, etc), muitas vezes " alimentam-se uns aos outros", por isso, alguns pequenos ajustes ao estilo de vida pode ser tudo o que é necessário para reduzir a susceptibilidade à gordura causada pelo stress. O exercício é uma das melhores maneiras de tratar o stress: um bom treino cardio vai queimar cortisol, a hormona do stress, permitindo ao corpo voltar para um estado saudável.

Aulasde bem-estar, como ioga, tai chi, pilates ou atividades suaves como natação ou escalada, são ótimas maneiras de relaxamento, descontração e alívio. O esforço físico mais agressivo, como kick boxing ou squash, que canaliza as tensões ou raiva reprimidas, é outra ferramenta eficaz contra o stress. Estudos também mostram que o exercício contribui para a melhoria dos padrões de sono, o que, por sua vez, diminui o apetite e alivia o stress.

Portanto, antes de recorrer à lipoaspiração, analise o seu estilo de vida - veja como pode relaxar um pouco mais, ter uma alimentação mais saudável, dormir um pouco melhor e ser mais ativo para que o seu corpo e saúde agradeçam.


Liz Andrews
Regional nutricional manager central europe

Visite os nossos clubes e saiba como pode reduzir o stress.

Partilhe esta informação com os seus amigos.

Para mais informações

Contacte-nos

Categoria Tags